Salvador - 15 de dezembro de 2017
07 de dezembro de 2017 - 11:33

Reabertura de largos retoma movimento no Pelourinho

Os locais já estão recebendo uma programação artística atraente em sua primeira semana de reabertura

Foto: Reginaldo Ipê


Por Rayllanna Lima

O Pelourinho voltou a ter vida noturna. Pelo menos é o que afirmam comerciantes e visitantes do espaço, um dia após os largos Pedro Archanjo, Tereza Batista e Quincas Berro D’Água serem reabertos, depois de seis meses fechados para shows. Os locais já estão recebendo uma programação artística atraente em sua primeira semana de reabertura.

O governo estadual investiu cerca de R$ 1 ,5 milhão em infraestrutura e segurança, sendo que R$ 260 mil foram destinados à aquisição de palcos e estruturas que serão montadas nos três espaços. “A intenção foi qualificar o espaço para que as pessoas possam desfrutar destes equipamentos com mais qualidade”, esclareceu o diretor-feral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), João Carlos Oliveira.

O veto para realização de shows nos largos foi bastante criticado na época (31 de maio), sobretudo pelos comerciantes, porque o fechamento aconteceu às vésperas do período junino, um dos períodos em que os profissionais mais lucram. Outro momento de lucro é no fim de ano, com a chegada do verão, quando o comércio espera se recuperar do prejuízo.

Atuando no Pelourinho há 25 anos, a comerciante Rita Brandão, proprietária da Chocolates Marrom Marfim, localizado na Praça Pedro Arcanjo, observou a movimentação no bairro já em seu primeiro dia de reaberto e comemorou a retomada dos espaços no calendário de eventos da capital baiana.

“Esses seis meses dos espaços fechados foram desesperadores. O comércio do Pelourinho caiu para 0%. Quando dava 19h, as ruas ficavam desertas, não havia mais vida. Os largos fazem parte da vida do Pelourinho, por isso o impacto. Ontem, já na com a reabertura, apesar de ter sido um dia atípico, Dia de Santa Bárbara, a reinauguração deixou as pessoas no bairro para além das comemorações, da procissão, mesmo em uma segunda-feira”, analisou.

Para a soteropolitana e amante do Pelô, Clara Suarez, 32, a suspensão das atividades culturais realizadas nos largos foram bastante prejudiciais, mas agora é hora de retomar. “Eu não sei se realmente era necessário o fechamento dos largos para os shows, ainda mais pela quantidade de meses até ser entregue obra. Reforma é boa, mas achei mal estruturada. Mas, é bom tê-los [os largos] reabertos, voltando a trazer o publico fiel, como eu, às ruas do Pelô”, opinou.

Programação

Na noite de 05/12, o Largo Quincas Berro D’Água recebeu um evento em homenagem a Consciência Negra, realizado pelo Fórum das Entidades Negras. Se apresentaram os blocos Ilê Aiyê, Muzenza, Cortejo Afro, Malê Debalê, Okânbi e Os Negos. A entrada foi gratuita.

Na mesma noite, o cantor Gerônimo Santana retornou ao Largo Pedro Archanjo, às 20h, para a inauguração da nova temporada do projeto ‘O Pagador de Promessa’. O anfitrião, com sua banda Monte Serrat, recebeu o cantor Jorge Zaráth e outros convidados. Os ingressos tiveram preço especial de reabertura: valor único de R$ 15.

Hoje (7), no Largo Tereza Batista, o cantor e compositor Guiguio Shewell dá início às comemorações pelos seus 38 anos de carreira. Como convidados, alguns artistas que fizeram parte da trajetória do ex-vocalista do Ilê Aiyê, como os cantores Cristiano Leão, Lazinho do Olodum e Marquinhos Marques e as cantoras Graça Onasilê a Vanessa Borges.

O show começa às 20h, com ingressos a R$ 20 e R$ 10. O feriado da Conceição da Praia, na sexta (8), será marcado pelo primeiro ensaio de verão do Ilê Aiyê no Pelô, às 19h30. A festa será agitada pela Band’Aiyê e convidados. Os ingressos a R$ 40 e R$ 20 têm o objetivo de ajudar manter os projetos sociais do bloco.

No domingo (10), o Bloco Olodum inicia sua temporada de verão no Largo Tereza Batista, às 14h, divulgando o seu tema no Carnaval 2018, ‘Deusa das Águas, Oceanos, Rios e Lagos’. Os ingressos serão vendidos pelo valor único de R$ 50.

Um dos mais badalados eventos do verão retorna na segunda (11), às 21h. O Cortejo Afro realiza, no Largo Pedro Archanjo, o primeiro ensaio da temporada, e recebe Márcio Victor e Jau como convidados. A banda promete agitar o público com o som de suas composições, mescladas a releituras de clássicos da MPB, do Pop e da batida percussiva, promovendo experiências estéticas que vão unir dança, música e artes visuais em um mesmo espetáculo (ingressos R$ 40 e R$ 20).

A programação dos largos do Pelourinho tem apoio da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac).

Fonte: Jornal Tribuna da Bahia.

Deixe seu comentário
Equipe Responsável
Revistas