acb

ACB com sede restaurada

Edifício tombado pelo Iphan ainda mantém características originais

  • 14 de dezembro de 2022 - 08:31

Amanhã, a Associação Comercial da Bahia (ACB) reúne diretores, conselheiros, associados e colaboradores para a última Reunião Plenária de 2022. Com a conclusão de mais uma etapa do projeto de revitalização física, o Palácio da ACB será um dos protagonistas do encontro.

Inaugurado em 28 de janeiro de 1817 para servir de sede à mais antiga entidade da classe empresarial do Brasil e das Américas, o edifício tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) ainda mantém as características originais e é considerado uma joia da arquitetura de Salvador, atraindo turistas e soteropolitanos, pesquisadores, professores, estudantes e profissionais de diversas áreas.

Como justifica o presidente Mário Dantas, ao final das obras, o Paço da ACB voltará a contar com os requisitos necessários para as atividades empresariais e socioculturais, ampliando sua capacidade de atendimento ao público e tornando a bicentenária edificação  autossustentável. “Com apoio das Diretorias Executiva e Plenária, Conselho Superior e associados, vamos deixar um legado para Salvador e para a Bahia, uma referência na defesa dos interesses do setor empresarial, consolidando a ACB como a Casa do Empresariado Baiano”.

Vice-presidente da entidade, Carlos Gantois explica que a restauração das fachadas, recuperação dos adornos, limpeza de azulejaria, colagem de fraturas, substituição de peças estilhaçadas e impermeabilizações, dentre outras melhorias, “visa não só a recuperação física da construção, preservando seus aspectos arquitetônicos históricos, mas também tornar o espaço cada vez mais acolhedor e propício para a defesa dos interesses das classes empresariais nos seus diversos setores, inclusive o profissional liberal. A ACB foi e continuará sendo palco de importantes acontecimentos socioeconômicos em prol do desenvolvimento de  Salvador e da Bahia”.

Também vice-presidente da ACB, Marcos Cidreira diz que “a restauração representa vida, preservação e manutenção da história da Bahia e do Brasil. Um maravilhoso legado que empreendemos e deixamos para as próximas gerações, que se deliciam e se alimentam do conhecimento e do orgulho de termos um palácio com mais de 205 anos, cheios de marcos históricos, à disposição da sociedade civil organizada”.

Já o professor José Dirson Argolo, responsável técnico do projeto, celebra a restauração e o resgate da beleza arquitetônica do prédio como “um ato de grande importância para a valorização do patrimônio baiano, especialmente o da Cidade Baixa, para que o Comércio  volte a alcançar o resplendor que possuía até os anos 80 do século passado.”

O projeto da segunda etapa de restauração foi patrocinado pelo Tecon Salvador, unidade de negócios da Wilson Sons, via Programa Viva Cultura, da Fundação Gregório de Mattos, órgão ligado à Prefeitura Municipal de Salvador.

“Temos a alegria de encerrar o ano de 2022 fazendo parte da entrega para a sociedade da reforma e restauração do Paço da Associação Comercial da Bahia, reiterando a importância de se preservar e valorizar a nossa história e origem, para que possamos projetar horizontes melhores para todos”, comemora Demir Lourenço, diretor executivo do Tecon Salvador e membro do Conselho Superior da ACB.

ACB em Foco

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725