sem-categoria

ACB e Marinha fazem Aposição Floral em Homenagem aos Heróis da Batalha do Riachuelo

  • 10 de junho de 2019 - 15:26

Foto: Hitanez Freitas

Na manhã desta segunda-feira, 10/06, empresários baianos e militares da Marinha do Brasil se reuniram na sede da Associação Comercial da Bahia para, pela 145ª vez consecutiva, prestar homenagens aos heróis da Guerra do Paraguai. A tradicional cerimônia de Aposição Floral no Monumento em Homenagem aos Heróis da Batalha do Riachuelo contou com discursos do presidente da ACB Adary Oliveira e do vice-almirante Marcelo Francisco Campos, comandante do 2° Distrito Naval.

A Batalha do Riachuelo, ocorrida em 11 de junho de 1865, é considerada por historiadores como a mais importante durante a Guerra do Paraguai, principalmente pelo seu significado político, ao garantir a soberania do território nacional. Para enaltecer o feito histórico, a Associação Comercial da Bahia promove anualmente a homenagem.

A história conta que foi durante a Guerra do Paraguai quando mais se estreitaram os laços e parcerias entre a Associação Comercial da Bahia e a Marinha do Brasil. Durante e após o conflito, a ACB ofertou assistência às famílias dos militares enviados ao teatro de operações. A própria sede da Associação serviu como casa de recuperação para militares feridos na guerra.

“Em Salvador, muitos são os bairros, praças e ruas que prestam homenagens ao fato histórico, como por exemplo, a Praça Riachuelo, erguida em frente à nossa sede, os bairros do Curuzú e Pilar, a Ponta do Humaytá, o largo do Ytororó, a Estação Aquidabã e a Rua do Timbó”, destacou o presidente Adary Oliveira.

Como apontou o vice-almirante Marcelo Francisco Campos, a homenagem representa uma reverência ao passado mas, principalmente, uma conexão com o presente. “Esta cerimônia, que muito nos orgulha, é símbolo da sociedade brasileira e dos empresários baianos, através da Associação Comercial da Bahia, reconhecendo a importância da Marinha do Brasil. Trata-se de um evento cercado de um significado muito importante para a Marinha e para todo o povo brasileiro”, discursou o comandante do 2º Distrito Naval, localizado no bairro do Comércio, em Salvador.

 O Monumento e a Praça

A pedra fundamental do Monumento em Homenagem aos Heróis da Batalha do Riachuelo foi colocada em 27 de março de 1872 pelo Imperador Dom Pedro II e o Monumento foi inaugurado em 23 de novembro de 1874, apenas nove anos decorridos da Batalha.

De acordo com informações do presidente do Instituto Histórico e Geográfico da Bahia, Eduardo Morais de Castro, o monumento à Riachuelo foi erguido na então Praça do Comércio, que depois ficou também conhecida como Praça Riachuelo. Com seu estilo neoclássico, o monumento tem relacionadas em sua coluna as batalhas travadas pelos brasileiros na Guerra da Tríplice Aliança, com destaque para a do Riachuelo. No pedestal, esculpidas em bronze, estão as armas do Império e, em seu topo, encontra-se o “Anjo da Vitória”, inspirado nas esculturas das vitórias gregas no mundo antigo.

Ainda na sua base, o monumento tem gravado o reconhecimento do povo baiano: “Aos voluntários da Pátria, Exército e Armada Imperial, em memória das vitórias alcançadas no Paraguai”.

Texto: Antônio Nykiel

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos