home

Brasileiro vai esperar até 2023 para recuperar padrão de vida

Como reflexo da perda de renda e alta do desemprego gerados pela crise, o brasileiro freou o consumo, adiou planos e aprendeu a viver com menos

  • 02 de outubro de 2017 - 09:39

O brasileiro vai ter de esperar mais cinco anos para recuperar o padrão de vida que tinha antes da recessão. Com a crise prolongada, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita, medida que serve de referência do nível de riqueza da população, só deve retornar ao patamar de 2013 entre 2021 e 2023. A expectativa é que o PIB per capita alcance R$ 33,5 mil em números deflacionados, em quatro ou cinco anos, superando o patamar de 2013, de R$ 33,4 mil, segundo a consultoria 4E. A recessão fez com que os ganhos no período de forte crescimento do país regredissem. Como reflexo da perda de renda e alta do desemprego, o brasileiro freou o consumo, adiou planos e aprendeu a viver com menos.

Para Bruno Lavieri, da 4E, um dos fatores que afetaram o desempenho do país foi a queda nos investimentos e os aportes mal feitos antes da crise:”O PIB potencial também sofreu com o baixo crescimento da População Economicamente Ativa (PEA)”. A economista-chefe da XP Investimentos, Zeina Latif, concorda que ainda será um longo caminho até que o PIB per capita do Brasil recupere o patamar pré-crise. “Ainda assim, a atual inflexão da economia é emblemática e deverá causar impacto na eleição de 2018”, afirma. “O Brasil precisa correr muito para não ficar para trás. A crise de 2015 e 2016 foi quase que exclusivamente nossa, diferentemente de 2008, quando foi generalizada”, diz.

Fonte: Jornal Correio da Bahia.

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos