Feira orgânica em Salvador: confira onde tem 22, com dias e horários

Entenda o que são vegetais sem agrotóxicos, veja onde tem 22 feiras orgânicas na cidade e conheça serviços de entrega em domicílio

  • 20 de maio de 2019 - 17:58

Se você quer saber das feiras orgânicas que estão rolando em Salvador, está na matéria certa. Fizemos uma lista com 26  opções, entre feiras (22) e serviços de entrega em domicílio (4), com local, horários e contatos atualizados em 17 de maio de 2019. Mas, se não tem ideia do que são agrotóxicos, continue aqui que vai  entender nas próximas linhas.

São substâncias usadas para afastar  fungos, insetos e plantas indesejadas  de plantações comerciais. “Há venenos na agricultura que são nocivos ao solo, aos  animais e ao próprio homem”, alerta Josanídia Santana Lima, bióloga, pós-doutora em agroecologia e professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ela é uma das  criadoras da Feira Agroecológica da Universidade,  que surgiu como projeto  de extensão em 2016, numa disciplina oferecida pelo Instituto de Biologia.

“De acordo com relatório da ONU de abril de 2017, agrotóxicos podem causar efeitos por exposição crônica, como câncer, (mal de Alzheimer), (mal de) Parkinson, esterelidade e alergias”, diz a mestra em Ciência de Alimentos e professora da Escola de Nutrição da UFBA Neuza Maria Miranda.

Vantagens
Logo, a primeira vantagem dos orgânicos está na redução de riscos de consumo de agrotóxicos. “Mas eles também costumam ser mais ricos em nutrientes como ferro, magnésio,  vitamina C e betacaroteno”, conta a nutricionista.

Segundo a mesma pesquisa, os vegetais que costumam receber as menores quantidade dessas substâncias são maracujá, banana, coco, abacate e rúcula.

Libera geral
Em 2019, o Brasil, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) autorizou a entrada de 138 novos agrotóxicos no mercado, que dá uma média de um por dia até 17 de maio, data de fechamento desta reportagem.

Entre os produtos  autorizados este ano, estão o Imazetapir e a Hexazinona que tiveram a comercialização reprovada na União  Europeia – o primeiro em 2004 e o segundo em 2002. Há, ainda, o Cloridrato de Cartape, cujo uso é proibido nos Estados Unidos e na União Europeia.

Se seguir nessa média, até o final do ano o Brasil terá autorizado a venda de mais de 365 agrotóxicos. O número será cerca de 18,9% menor que o recorde de 450 liberados de 2018 e 9,9% menor que os 405 aprovados de 2017. Mas 31,7% mais alto que os permitidos 277 de 2016. E 157% maior que os 142 de média do número de produtos liberados entre os anos de 2011-2015.

Em nota, o MAPA informou que, “segundo a área técnica do Ministério, não houve aumento do número de registros e sim o atendimento de pedidos antigos que aguardavam aprovação de até oito anos”. Ou seja: não houve aumento no número de pedidos, eles é que estão liberando mais.

Segurança
“Mais importante do  que estabelecer limites, é fundamental haver controle e fiscalização, senão acaba ficando tudo na teoria”, pondera Josanídia.

Outro problema desses números, para a bióloga, é  a falta de pesquisas de  longo prazo. “Os efeitos  são sistêmicos, tem coisas que demoram 10 anos para surgir. Com números vindos de pesquisas curtas, falar  em níveis realmente seguros para uso ao longo dos anos  é utópico”, pontua.

Mas como ter certeza  se um alimento é realmente orgânico? Só com certificações auditadas. Ou comprando de uma rede que acompanhe todo o processo.

É o caso da Feira Agroecológica da UFBA, que trabalha com produtores, em sua maioria, de Salvador e região metropolitana. “Fazemos monitoramento, trocas de experiências, palestras…  O que realmente assegura um produto orgânico é a  credibilidade a informação”, diz Josanídia.

ROTA

22 feiras orgânicas em Salvador

Feira Agroecológica da UFBA

Toda sexta-feira, 7h-12, na Praça das Artes no campus da Ufba em Ondina (Rua Barão de Jeremoabo, s/n). Instagram: feiraagroecologicaufba.

Feira Agroecológica da UNEB

Toda quinta-feira, 7h-13h no pátio da Uneb, ao lado do teatro (Rua Silveira Martins, 2555, Cabula).

Feira Agroecológica da Reforma Agrária

Toda quarta-feira, 7h30-14h, em frente ao Instituto de Biologia no campus da Ufba em Ondina. Instagram: feirareformaagraria.

Feira Agroecológica do MAB

Toda quinta-feira, 13h-18h, no Museu de Arte da Bahia/MAB (Av. Sete de Setembro, 2.340, Corredor da Vitoria). Tel.: 71 3117-6902 e 71 9 9661-3004. Facebook: facebook.com/redemoinho.cooperativa.

Feira Orgânica do Parque da Cidade

Toda quinta-feira, 6h-8h, no Parque da Cidade (Av ACM, 1430, Itaigara).

Feira de Agricultura Orgânica na Seagri

Toda quinta-feira, 7h30-12h, na SEAGRI (Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura), na Av. Luiz Viana Filho, Centro Adminstrativo da Bahia CAB, s/n.

Feira de Agricultura Orgânica na Seinfra

Toda terça feira, 9h-14h, na Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), no CAB.

Feira de Agricultura Orgânica na Sesab

Toda quarta feira, 8h-16h, na Secretaria de Saúde do Estado da Bahia Sesab no CAB (4ª Avenida, 400, Centro Administrativo da Bahia, Sussuarana).

Feira de Agricultura Orgânica no Santo Antônio

Todo sábado, 10h30-15h, no casarão do restaurante Rango Vegan (Rua do PAsso, 62, Santo Antônio Além do Carmo).

Feira orgânica do Saúde na Panela

Todo sábado, 7h-11h, no estacionamento do restaurante A Saúde na Panela (Rua das Hortênsias, 752, Pituba).

Feira orgânica da Casa Amarela

Todo sábado, 8h-11h, na Rua da Curva do Vinicius, 334D, Itapuã. Tel.: 71 3285-0169.

Feira do Brisa

Toda terça-feira, 7h30-10h30. R. Sargento Astrolábio, 150, Pituba.

Feira Agroecológica da cantina Boi Vivo

Toda quarta-feira, das 19h às 22h, e domingos das 6h às 12h. Ed. Maria Helena, 35, loja 3, Cantina Boi Vivo, no Largo Dois de Julho. Entrando na rua do Procon, fica perto do hotel Capri. Tel.: 71 3023-0169. Facebook: facebook.com/cantinaboivivo.

Feira de produtos agroecológicos da Saúde

Todo sábado, 7h-13h, no Largo da saúde, próximo ao Senalba. Tel.: 71 98729-0454.

Feira Agroecológica Dona Nem

Todo sábado, 7h-13h, na Av. Octávio Mangabeira, 8880, em Patamares. Fica ao lado do Circo Picolino, no sentido centro, no canteiro central. Tel.: 71 99911-0845.

Armazém da Agricultura Familiar e Economia Solidária

Toda sexta-feira, 9h-18h, na entrada do Piso G1 do Salvador Shopping. Tel.: 71 3417-6000.

Feira Orgânica Agroecológica do Rio Vermelho

Todo sábado, 8h-13h, na Praça Brig. Faria Rocha, 266, em frente à Companhia da Pizza do Rio Vermelho. Tel.: 71 98800-9560.

Feira Orgânica Agroecológica de Nazaré

Toda terça-feira, 8h-13h, no TRT-5 (Tribunal Regional do Trabalho), na R. do Cabral, 141, Nazaré. Tel.: 71 98800-9560.

Cesta do Bela

Toda sexta-feira, das 10h às 21h, no estacionamento G0 (parte descoberta, logo na entrada próxima ao Kart) do Shopping Bela Vista (Alameda Euvaldo Luz, 92 – Horto Bela Vista). Site: belavistashopping.com.br. Tel.: 71 3038-8520.

Feira Orgânica Agroecológica noturna

Toda terça-feira das 17h às 22h na loja A Casa, que fica na Pituba. Rua das Hortênsias, 478, em frente à Praça Ana Lúcia Magalhães. Instagram: a_casa478.

Feira orgânica da Igreja Messiânica do Garcia

Toda quarta-feira, 14h-18h, na Rua Comendador José Alves Ferreira, 212. Tel.: 71 3328-5753.

Feira orgânica da Igreja Messiânica da Barra

Toda terça-feira, 8h-12h, na Rua João Pondé, 231. Tel.: 71 3336-7256.

4 serviços de entrega de orgânicos em domicílio em Salvador

Bahia Orgânica/Orgânicos online

Você pode escolher os vegetais que vai querer online. Exemplos de preços: R$ 3 (alface crespa, salsinha, coentro, hortelã, cebolinha); R$ 4 (couve, rúcula, manjericão, alface lisa); R$ 5 (alface americano, alface roxa, agrião, chicória). Tem ainda batata doce (1 kg – R$ 8), inhame (1 kg – R$ 13), aipim descascado (1 kg – R$ 7), banana prata (1 kg – R$ 6), limão (1 kg – R$8). As opções, claro, variam de acordo com as colheitas e temporadas. Compra mínima de R$ 50,00 + taxa de entrega, que pode ser de R$ 15,00 (Costa Azul, Armação, STIEP, Imbuí, Boca do Rio, Campo Grande, Vitoria, Graça, Canela, Barra, Rio Vermelho, Horto, Garcia, Federação, Amaralina, Pituba, Itaigara, Pituaçu, Centro, Brotas, Vila Laura, Saúde, Barbalho,  Lapinha), R$ 20 (Paralela até Alpha Ville, Patamares) ou R$ 25 (Piatã, Itapuã, Praia  do Flamengo).

Os pedidos devem ser feitos até a terça feira para as entregas na quinta e até sábado para entregas na terça. Todo sábado o formulário para encomendas da semana seguinte é atualizado. Aceita dinheiro, cartão de crédito ou depósito bancário. Tel.: 71 98800-9560. E-mail: comprar.organicos.online@gmail.com. Facebook: facebook.com/groups/organicosonline.

Pomar Club

Trabalha com cestas. A mais barata, chamada de Essenciais, é composta por 8 itens, sendo 2 folhas (alface americano – molho, alface crespa – molho, alface liso molho, alface roxo – molho, couve – molho, espinafre – molho, rúcula – molho), 2 raízes (beterraba – 500g, cenoura – 500g, batata doce – 500g, batata – 500g, rabanete – unidade, aipim – 500g, inhame – 500g), 2 legumes (abobrinha – 500g, berinjela – 500g, brócolis – unidade, pepino comum – 250g, tomate – 500g, pimentão – 250g, quiabo – 500g, couve-flor – molho), 1 tempero (alho poró – unidade, salsa – molho, cebolhinha – molho, coentro – molho, cebola – 500g, cominho em pó, pimenta do reino em pó, coloral em pó, canela em pó) e 1 produto Cosme e Damião (polpa de cupuaçu – 500g, polpa de acerola – 500g, polpa de graviola – 500g, cupuaçu em pó – 200g, cacau em pó – 200g, amêndoa de cacau – 100g, banana passa – 100g, polpa de açaí – 400g, mel de cacau – 200g, geléia de cacau – 200g, doce de cupuaçu – 240g). Ela custa R$ 210 para a entrega de 4 cestas em um mês.

Já o kit com 5 porções de frutas (mamão, laranja, manga, maracujá, melancia, jaca, banana da terra, banana prata, tangerina, lima, limão), custando R$ 120 por mês para quatro entregas mensais.

Não cobra taxa de entrega para Stella Mares, Itapuã, Piatã, Patamares, Boca do Rio, Imbuí, Paralela. Com taxa de R$10 / mês para Av ACM, Pituba, Caminho das Arvores, Itaigara. Com taxa de R$20 / mês para Rio Vermelho, Ondina, Barra, Federação, Graça, Garcia. Tels.: 71 98692-3653 e 71 99285-6669. Site: pomar.club. Instagram: pomar.club.

Fazenda Xangô

Trabalha com kits, que variam conforme a colheita. O mais recente, com 4 maços de coentro, 2 de cebolinha, 3 de couve, 1 de manjericão verde, 1 de manjericão roxo, 1 de mostarda, 1 porção de limão, 1 pedaço de abóbora, 2 maços de hortelã grosso, 1 maço de hortelã fino e 1 kg de aipim, custava R$ 40 e tinha taxa de entrega de R$ 10. Os pedidos precisam ser feitos até quinta-feira 13h para entrega no fim de semana. Tels.: 71 99399-8038 e 71 99900-3386. Instagram: @xangodelivery.

Morangos Vilares

Entrega frutas vermelhas congeladas (morango, mirtilo, amora e framboesa) da Chapada Diamantina. Os estoques já acabaram, mas a partir de julho eles estarão de volta. Tel.: 71 99217-7854.

Fonte: Jornal Correio da Bahia

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos