noticias

Flipelô e Campus Party movimentaram a capital baiana

  • 15 de agosto de 2017 - 11:59

Entre os dias 9 e 13 de agosto, Salvador entrou no clima dos universos das letras e das tecnologias. Com a realização da primeira edição da Festa Literária do Pelourinho (Flipelô) e da Camus Party, evento considerado um dos maiores na área de Ciência e Tecnologia do mundo, a cidade voltou a experimentar momentos de encantamento com sucesso de público e movimento.

A Flipelô teve cinco dias de evento em homenagem ao escritor baiano Jorge Amado, que faria 105 anos na última quinta-feira (10). A Festa Literária contou com a participação de mais de 200 convidados em 60 atividades,  incluindo mesas de debates, saraus, contação de estórias, exposições e espetáculos de dança e música.

“Jorge Amado foi um grande incentivador do povo negro, da cultura baiana, do povo da Bahia. E trazer escritores e essa temática em torno da problemática da diáspora africana é muito importante para esta edição da Flipelô”, comentou a atual diretora executiva da Fundação Casa de Jorge Amado, Ângela Fraga, filha da poeta Myriam Fraga, que ocupou o cargo durante quase 30 anos.

Passaram pelo Centro Histórico de Salvador importantes nomes da literatura, como Pasquale Cipro Neto, Talita Rebouças, Antônio Torres e Alexandra Lucas Coelho; a biógrafa de Jorge Amado, Josélia Aguiar; e a escritora mineira Conceição Evaristo, que participou de uma mesa sobre a resistência das mulheres negras, sobretudo na literatura.

A Flipelô se fez ser notada e mostrou que já começou bem, atraindo muitos estudantes, professores, especialistas, artistas, escritores e público em geral. A diversidade dos participantes reflete a escolha dos nomes para a programação, com a presença notável de escritores e escritoras baianas, negras e negros, nacionais e internacionais.

“A literatura merece e precisa desse destaque. Se a gente conseguir os patrocínios, incentivos e parcerias necessários, a ideia é levar a Flipelô para o próximo ano também”, disse Ângela Fraga.

Tudo o que aconteceu no evento pode ser consultados no site www.flipelo.com.br.

Campus Party

A maior feira de tecnologia e inovação do mundo aconteceu pela primeira vez na Bahia e inovou ao ser realizado em um estádio de futebol, a Arena Fonte Nova. A Campus PartyBahiaatraiu público de 80 mil visitantes, além dos seis mil “campuseiros” que participaram do evento.

Os dados foram divulgados pelo governo estadual, que informou que o número é um recorde entre as edições regionais do evento. A organização esperava, inicialmente, quatro mil campuseiros e mais de 40 mil visitantes.Ao todo, foram 250 horas de conteúdo com palestras, workshops, freeplay, hackathons, dentre outras atividades.

A importância do  evento e a sua realização na Bahia cria a expectativa para o povo baiano em relação ao reflexo no cotidiano da cidade, como garante o secretário de Educação Walter Pinheiro:  “Cerca de 300 unidades escolares do estado têm robótica, simulação de voo, além da utilização de aplicativos”.

Com a estreia da Área Open e do Campus Kids, foi aberta uma possibilidade para os visitantes poderem vivenciar um pouco desta experiência, além de oferecer um espaço para os pais poderem trazer seus filhos para brincar e aprender de maneira interativa.

“Adorei tudo, a robótica, as competições, as ideias apresentadas que foram muito boas e sustentáveis. Muito bom saber que estamos nas mãos de jovens tão promissores e criativos, quero muito ser como um deles”, comemorou a estudante Vitória Trindade, de 19 anos, da cidade de Jequié, a 350 quilômetros de Salvador.

Fonte: Antônio Nykiel

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos