home

Na contramão da BA, Salvador emprega mais que demite em outubro

Enquanto no estado, 26 postos foram perdidos, na capital 204 vagas foram geradas

  • 22 de novembro de 2017 - 12:44
Setor do comércio foi o que puxou números em Salvador (Arquivo CORREIO)

O setor do emprego formal em Salvador foi na contramão do cenário estadual e finalizou o mês de outubro deste ano com saldo positivo. Enquanto na Bahia foram perdidos 36 postos de trabalho com carteira assinada, na capital foram geradas 204 vagas, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A taxa positiva observada no período é motivada principalmente pelos números obtidos no setor de comércio, com saldo positivo de 390 postos. Outro segmento de destaque é o de serviços industriais de utilidade pública, com 182 vagas abertas.

Também registraram variação positiva as área de “Indústria de Transformação” (36), “Serviços” (145), “Administração Pública” (127) e “Agropecuária, Extrativismo vegetal, Caça e Pesca” (4).

O coordenador de Pesquisas Sociais da Superintendência de Estudos Econômicos (SEI), Guillermo Etkin, esclareceu, em entrevista ao CORREIO, que o resultado é reflexo de um período de “ligeiro aquecimento” da economia.

“Historicamente, outubro costuma ser um mês positivo pelo início de constatação para cargos temporários, pela proximidade de datas festivas e também pela BlackFriday”, justificou. O economista ressalta, no entanto, que ainda “não dá para falar de retomada expressiva, pois é um dado tímido, e não dá pra se falar em retomada do emprego”.

O maior decréscimo no índice de empregos formais foi contabilizado na área de Construção Civil (-678). Em seguida, o número de funcionários desligados é mais elevado que o de admitidos no setor da “Extrativa Mineral”, com duas perdas.

No acumulado do ano, entretanto, o setor ainda inspira cuidados na capital baiana: entre os meses, aproximadamente 2.935 empregados foram afastados de suas funções. A conjuntura, projeta Etkin, deve ser agravada entre dezembro e janeiro, quando pessoas contratadas para ocupações temporárias têm o prazo do contrato finalizado.

* Participante da 12ª edição do CORREIO de Futuro

Fonte: Jornal Correio da Bahia.

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos