home

Salvador recebe maior feira de intercâmbio do mundo

A Eduexpo é gratuita e oferece opções de cursos de férias, idiomas, estágios e graduação

  • 15 de setembro de 2017 - 10:54

Estudar em outro país pode ser o sonho de muita gente, mas as dúvidas sobre a retirada do visto e o destino com o melhor custo-benefício pode adiar a tão esperada viagem. Na próxima quinta-feira (21) Salvador recebe a maior feira de intercâmbio do mundo , a Eduexpo, que acontece no Fiesta Bahia Hotel, na Av. Antônio Carlos Magalhães.

A feira será realizada das 16h às 21h e, durante esse período, os interessados poderão tirar dúvidas sobre cursos de férias, de idiomas, ensino médio, estágios, graduação, pós-graduação e MBA direto com diretores das instituições de ensino e com representantes das embaixadas e consulados de países como Grã-Bretanha, Canadá, Alemanha, França e Holanda.

Para participar não precisa pagar nada, basta apenas fazer a inscrição no site do evento e gerar a credencial . Também é possível baixar o aplicativo da Eduexpo e conectar-se com as instituições antes, durante e depois do evento.

Destinos
A maior feira de intercâmbio acontece duas vezes por ano em 37 cidades da América Latina, Europa, Ásia e África, reunindo algumas das principais instituições de ensino do exterior. Os eventos já ajudaram mais de 100 mil estudantes a encontrarem seu programa de intercâmbio ideal.

Entre os destinos mais procurados pelos viajantes está o Canadá. De acordo com a organizadora da feira, Daniela Ronchetti, o país é há 13 anos, desde 2004, o destino mais procurado por estudantes brasileiros de intercâmbio. “É um super país: a qualidade de ensino é excelente, é seguro e tem algumas regras para o visto de estudo, como que o estudante brasileiro pode trabalhar por certo período”.

Segundo a Associação Brasileira Especializada em Educação Internacional (Belta), 26 mil estudantes viajaram ao Canadá no ano passado em busca de formação e aperfeiçoamento. Os Estados Unidos ficam em segundo lugar e a Austrália, em terceiro.

Crise
Apesar da crise, no ano passado, 247 mil brasileiros participaram de intercâmbio no exterior, 14% a mais do que em 2015. Os números, da Associação Brasileira Especializada em Educação Internacional (Belta), que reúne agências de intercâmbio no Brasil, mostram a vitalidade do setor mesmo em meio à crise e dão destaque à Eduexpo, o principal evento de intercâmbio do mundo, que realiza a sua 32ª edição no país. O Brasil, atualmente, tem 40 mil alunos cursando ensino superior em outros países, sem contar os estudantes de idioma e do ensino médio, o que lhe dá a primeira posição na América Latina.

“Apesar da crise, o brasileiro é um dos mais interessados em estudar em universidades estrangeiras, principalmente pela tradição profundamente enraizada do estudo no exterior e pela paixão e curiosidade inabaláveis por temas internacionais”, destaca Ronchetti.

Embora o intercâmbio seja uma opção procurada principalmente por estudantes do ensino médio e universitários, há diversas opções de intercâmbio para quem já passou dos 30 anos. Cursos de idiomas, de pós-graduação e pacotes para estudo no exterior costumam ser os mais procurados, mas também há oportunidades de Au Pair, que permitem trabalhar com crianças e viver com uma família em outro país, e também oportunidades profissionais.

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos