acb

Você já uberizou seu negócio?

ACB Em Foco*

  • 28 de julho de 2021 - 09:09

Ana Ferraz Coelho – CEO da TV Aratu e Diretora 2ª Tesoureira da Associação Comercial da Bahia

A forma como a gente interage mudou e vai continuar mudando. Vivemos a maior transformação sóciocultural da história. Os aparelhos, a internet e as redes sociais mudaram a forma como os negócios e as empresas se relacionam e se conectam. E, por incrível que pareça, muita gente ainda não compreende esse momento como deveria.

A maior empresa de conteúdo do mundo não produz conteúdo. É o Youtube. A maior loja do mundo não fabrica nada. É a Amazon. A maior empresa de transporte particular não tem um carro. É a Uber.

A Uber mudou a forma como nos transportamos, poupou tempo, facilitou nossas vidas, provocou uma grande mudança de hábito e virou verbo. A provocação do momento: você já “uberizou” o seu negócio?

Para alguns pensadores, vivemos a era pós-digital. Walter Longo, criativo, escritor, defende que a internet já está tão presente no nosso dia a dia que não existe mais on e off, tudo se mistura e só notamos a sua existência quando ficamos sem conexão. É tão natural que nem a percebemos. Todas essas transformações têm relação direta com a forma como nos comunicamos (e como as empresas se comunicam). O celular expandiu nossas possibilidades de relacionamento, e nossa capacidade de influenciar pessoas. As pessoas passaram a usar aplicativos para se conhecer, se comunicar, até para pedir comida. Nasce a sensação de que sempre usamos o aplicativo Ifood para pedir comida em casa e às vezes nos esquecemos de como era a vida sem ele. E que bom que essa startup fundada para facilitar uma necessidade de todos é uma empresa brasileira.

Existem 160 milhões de usuários de internet no Brasil. Ou seja, 75% da população usa a internet. Nós gastamos uma média de 10 horas e 08 minutos por dia usando a internet, ou seja, somos altamente conectados. Esses são dados da “We are Social e Hootsuite” no relatório 2021. Os dados só confirmam o momento que estamos vivendo. E a Uber passou a ser apenas mais uma plataforma usada para facilitar nossas vidas.

Como CEO do grupo Aratu, arrisco dizer que estamos uberizando a produção de conteúdo. A televisão tem como principal função produzir e distribuir conteúdo com intuito de transformar a vida do baiano. Após 52 anos de história, criamos uma plataforma, o nosso Uber, em que cada pessoa poderá fazer o upload do seu conteúdo e vamos distribuir para toda a Bahia. O Aratube é uma plataforma de conteúdo colaborativo e seu propósito é empoderar os cidadãos e as comunidades. Vamos amplificar a voz de quem só é ouvido de maneira restrita.

O papel das empresas e dos líderes é tentar entender os desafios, ficar atento às ações que fazem sentido para o consumidor. Assim como o Ifood e a Uber o fizeram, resolvendo questões do nosso cotidiano, a sua empresa pode, sim, fazer mudanças similares. Pode, sim, transformar-se. Ter sua marca aberta para apoiar as causas sociais é um dos passos para conseguir ter sucesso numa transformação digital. Aquilo que é único, o que é só seu, vai ser o principal ativo. Você precisa enxergar e depois fazer os outros enxergarem essa singularidade e a partir daí, está pronto para começar a uberização do seu negócio.

*Publicada às quartas-feiras, a coluna cobre a atuação da Associação Comercial da Bahia na defesa do empresariado baiano

Comentários

Equipe responsável

  • Maiara Chaves de Oliveira
    Secretária Executiva

    Maiza Almeida
    Secretária Executiva
  • www.acbahia.com.br
    presidencia@acbahia.com.br
    secretariadadiretoria@acbahia.com.br
    comissoestematicas@acbahia.com.br
    71 - 3242 4455
    71 - 99964 5725

Galeria de Fotos

  • Ops! Por hora não há galeria de fotos publicadas.
Outras Galerias

Vídeos

  • Ops! Por hora não há vídeos publicados.
Assistir todos